Arquivo da categoria: Afins

Sobre Ecoturismo

Fazer trilhas é uma das opções do Ecoturismo

O ecoturismo caracteriza-se pela apreciação de ecossistemas pouco explorados pelo homem, ou seja, com sua vida nativa bem preservada e em estado natural.

Entretanto, o constante tráfego de pessoas pode prejudicar e agredir o ambiente, por isso essa forma de turismo é acompanhada por uma série de programas de conscientização ambiental, para que as pessoas saibam como devem se comportar no local de visita para que não cause danos ao mesmo.

É acima de tudo uma proposta de contemplação da natureza de forma sustentável, incluindo a qualidade ambiental e a inclusão social. Os cenários mais constantes do ecoturismo são paisagens rurais, áreas florestadas e regiões costeiras.

No Brasil

Foi em 1994 que a Embratur, IBAMA e o Ministério do Meio Ambiente publicaram as Diretrizes para uma Política Nacional de Ecoturismo ou turismo ecológico denominado como: um segmento da atividade turística que utiliza, de forma sustentável, o patrimônio natural e cultural, incentiva sua conservação e busca a formação de uma consciência ambientalista por meio da interpretação do ambiente, promovendo o bem-estar das populações.

Praia ou frio? Eis a questão..

Praia ou frio? Eis a grande questão… Uns preferem o clima frio e o aconchego do inverno e outros já preferem o verão por conta do calor humano, festas, sol e etc. Em qualquer um dos dois casos há ótimas dicas de lugares que devem ser visitados pelo público. A dica da vez é de lugares onde há neve, frio e etc, principalmente lugares onde há passeios de snowboard. Vamos lá?

1] Äre, Suécia
Além das pistas fáceis para iniciantes, há opções para os mais experientes. Já os aventureiros podem saltar de helicóptero no topo da montanha e encarar pistas selvagens. A cidade ainda oferece diversas outras atividades ligadas à neve ou não. Passeios de teleférico e trenó de Huskies Siberianos, safári no snowmobile e pular na mais longa tirolesa da Europa são imperdíveis. Durante a noite, Äre é uma cidade bem animada, com seus restaurantes, bares e boates.

2] Aspen, Estados Unidos
Aspen oferece uma vasta estrutura de transporte: quatro estações, 39 teleféricos e  sistema de ônibus em todas as pistas. Ajax é para esquiadores e snowboarders de nível avançado. Buttermilk é para iniciantes. Snowmass e Aspen Highlands se destacam pela diversidade atendendo todos os níveis. Passeio de balão, 200 lojas e galerias espalhadas pela cidade também são opções de entretenimento.

3] Courchevel, França
Courchevel é um complexo de quatro vilas que mudam de acordo com a altitude. À medida que os locais vão subindo, o luxo segue o fluxo. Lá, encontram-se restaurantes, hotéis cinco estrelas e chalés fabulosos. A estação de esqui é mantida com cuidado e oferece opções para todos os níveis e idades. Diversas pistas técnicas e selvagens atendem a demanda dos que procuram desafios.

4] Fernie, Canadá
Um paraíso para quem quer ir aos limites. Fernie é um complexo de mais de mil hectares de montanhas. Suas pistas estão entre as mais perigosas e extremas do mundo para a prática de esqui. Nos pontos mais críticos, os declives podem chegar até 40 graus.

5] Himachal Pradesh, Índia
Seguindo a linha radical, Himachal Pradesh é outro destino para viciados em adrenalina. Esqueça teleféricos: a única maneira de chegar a mais de 5 mil metros e descer a cordilheira do Himalaia indiano esquiando é de helicóptero. O requisito básico para participar dessa aventura com paisagens formidáveis é participar de uma aula sobre como agir em caso de avalanche. Na cidade, mercados, ruas movimentadas e casas de pedra.

6] Sierra Nevada, Espanha
Saindo da cidade de Granada por uma estrada de 32 quilômetros chega-se ao ponto de esqui mais ao sul da Europa. Do topo da montanha é possível ver cordilheiras montanhosas do Marrocos. Um dos grandes atrativos é o clima agradável, com temperaturas não tão baixas e sol mesmo no inverno. Não deixe também de aproveitar a beleza de Granada com seus palácios, museus e típicos bares tapas considerados uns dos melhores da Espanha.

7] St. Moritz, Suiça
Localizado nos Alpes suíços, o hotel oferece excelentes opções de esqui, principalmente para pistas selvagens. A estação indicada para iniciantes é a Corviglia, mais próxima do centro da cidade. Para os mais experientes, Diavolezza e Lagalb podem ser alcançadas de trem ou ônibus. Outros esportes curiosos que podem ser praticados são pólo, críquete, golfe e corrida de cavalo no gelo.

8] Taos, Estados Unidos
Apesar do resort local ter uma reconhecida escola de esqui, os que mais aproveitam as pistas de Taos são os experientes. A cidade, há cerca de 30 quilômetros do hotel, é um encontro de diversas culturas nativas americanas. Durante os anos de 1890, Taos transformou-se em uma colônia de artistas que inspiraram nomes como DH Lawrence and Georgia O’Keeffe.

9] Verbier, Suiça
Verbier se tornou a capital europeia de esqui e frio. Com grande diversidade de opções de restaurantes e bares, a estação atende a todos dos gostos. Um das peculiaridades são suas pistas selvagens mais moderadas. Se desejar, voo de parapente e trenó de huskies siberianos são alternativas de lazer.

10] Whistler, Canadá
Sede das Olimpíadas de Inverno de 2010, Whistler é conhecida pela qualidade de sua neve e pela quantidade de estrangeiros que passam por lá. Suas excelentes pistas oferecem as mais contínuas quedas verticais do continente americano nas montanhas de Whistler e de Blackcomb.

Enquete

A moda do momento são os tipos de cruzeiros ofertados. Tem para todos os bolsos, gostos e destinos (litorais, claro). Porém, o que muitas pessoas não sabem é que os resorts – aquele hoteis que além de ofertarem hospedagem, possuem outras atrações e atividades disponíveis – podem ser muito mais econômicos, principalmente durante a baixa  temporada.

Resorts são ótimas opções para finais de semana e feriados prolongados, já que é uma maneira de fugir da rotina do dia a dia.

Pensando no que pode ser mais atrativo para você, uma enquete foi criada com 4 exemplos de resorts. Talvez assim seja mais fácil iniciar suas pesquisas de hospedagem + diversão + relaxamento = resort.

As melhores de 2009

Cores!Em 2009 algumas companhias de viagens fizeram promoções de deixar todo mundo louco e ligado na net, telefone e o que pudesse o dia inteirinho.

Por exemplo, os cruzeiros de US$ 1, do Submarino Viagens. Foram 25 cabines, no Gran Voyager, da ibero Cruzeiros.  Eram 8 dias e quem ganhasse a promoção pagava só as taxas, de US$ 290. E nem adianta falar que o valor da viagem foi embutida nas taxas. É só pesquisar e certificar que um cruzeiro com essa quantidade de dias, tem taxas nesse valor mesmo.

Bom, vale muito a pena desembolsar esse valor pelas taxas. Além da viagem, quem embarou no Grand Voyager conhecer Buenos Aires e Montevideo de brinde. Bom né?

No Reveillon várias companhias fizeram promoções boas e acredito que muita gente fez boa viagem também. E agora, no começo de 2010, as atenções se voltaram para o Carnaval. As viagens marítimas foram ótimas opções pra quem quis aproveitar o carnaval de forma bem diferente e cheia de luxo.

“Sonho de Mãe, Sonho de Viagem” – Da Shoptime Viagens

A promoção foi no período de 06 de maio de 2009 a 30 de maio de 2009. Era só responder a pergunta: Por que a sua mãe merece uma viagem para a África do Sul? E torcer para que você fosse escolhido como o autor da melhor resposta. A mãe que ganhasse a viagem tinha o direito de levar um acompanhante para curtir com ela o seguinte roteiro:

1º Dia: Johannesburgo

2º Dia: Johannesburgo – Mpumalanga – Área do Parque Kruger

3º Dia: Área do Parque Kruger

4º Dia: Área do Parque Kruger – Pretoria – Johannesburgo – Cape Town

5º Dia: Cape Town

6º Dia: Cape Town

7º Dia: Traslado ao Aeroporto

Será que em 2010 tem outra assim?

Nas passagens aereas quem fez a festa dos viajantes foi a Gol. Em março de 2009 a empresa fez o Feirão Gol. Depois de alguns meses com promoções ‘mais ou menos’, a empresa relembrou os velhos tempos (lembram quando a Gol chegou??), e jogou os preços lá em baixo.

Já a Azul, em dezembro de 2009, lançou a “Promoção do Dia”, em comemoração ao primeiro ano da empresa. Até o final do mes de dezembro a empresa sorteou passagens aereas a cada dia, e também, dava descontos para diferentes destinos.

A TAM apostou em duas promoções paralelas ao mesmo tempo. A “Arraiá Regioná” e o “Festival de Culinária Internacional “.

Para o Festival de Culinária, bastava apenas enviar uma receita e torcer pra que fosse a mais votada dentre as concorrentes. O ganhador levou um roteiro da TAM Viagens, com direito a acompanhante, para qualquer destino internacional que a companhia aérea opera.

Pra concorrer no Arraiá Reginal era só enviar uma história engraçada ou inusitada sobre alguma festa junina para a empresa e também torcer para que a sua fosse a escolhida pelos jurados. O autor da história escolhida ganhou uma viagem pra qualuqer lugar do país, que a empresa opera, é claro.

Já a Americanas Viagens anunciou uma promoção relâmpago para Buenos Aires em agosto de 2009 (Ai delíícia).  A promoção “2º Passageiro Grátis para Buenos Aires” foi feita somente pela central de vendas da empresa . Funcionava assim: quem comprasse as passagens para a capital argentina, na hora já ganhava outra viagem (duas passagens) no mesmo vôo. Casais, fiquem atentos para a próxima, hãm??

Em 2010, pra aproveitar BEM essas promoções ótimas que as empresas fazem é  bom ficar atento sempre aos sites de cada  uma. As vezes, dar uma apertadinha no orçamento pra aproveitar uma boa viagem vale bastante a pena e pode render bons momentos a dois, em família ou com amigos.

O mais luxuso do mundo: Um palácio branco

Um palácio construido totalmente em mármore branco

Dubai que me desculpe, mas nem toda tecnologia  e projetos arquitetônicos mirabolantes que atraem milhares de pessoas para a cidade que de repente surgiu do meio da areia ganham de uma antiga construção. É lindo, não dá pra negar, mas gente, eu me rendo fácil ao Taj Lake Palace.

Gente, é um palácio feito TODINHO em mármore branco. E fica sabe onde? No meio do país mais populoso do mundo, com uma muvuca mais ou menos parecida com o Paraguai em dia de feriado prolongado: na Índia.

Pra ser mais exata, ele fica no meio do lago Pichola. Sim, ele flutua. Não é um luxo??

Dá pra imaginar isso, lá? Não né.. Mas, é verdade!

Ele fica em Udaipur e foi construído em 1746. Traz uma leve lembrança do Taj Mahal, mas, é branco. Lindo.

Tem 83 quartos, todos com vista para o Lago Pichola. E não se deixam enganar pela fachada com estilo medieval. Lá tem mini academia, SPA e jacuzzis. (aquelas banheiras redondas que geralmente cabem uma pessoa só)

Para os apaixonados, o lugar é ideal. Tem um romantismo único. As suítes são super luxuosas, o espaço da área de lazer. É tudo  lindo.

Tem até um deck no meio do lago, pra sentar, tomar um belo café da manhã ou ver o entardecer.  Maravilha.  E sem contar o restaurante externo. São algo como pergolas à beira do rio.

Nos anos 60 o grupo Taj comprou o hotel. Ele foi construído na verdade para ser um retiro de verão, por conta das brisas frescas vindas do lago. Hoje, ele é um dos mais belos cartões postais da Índia e foi cenário até para um filme de James Bond.

https://www.hosteltraveler.com/

http://www.agoda.com.pt/

O que levar em uma mala?

Eis a questão..

Chegam as férias de final de ano, hora de viajar, mas de repente aparece aquele pequeno detalhe de última hora para atrasar tudo: as malas. Queremos jogar tudo de qualquer jeito dentro dela e sair assim, mas o pior de tudo: queremos jogar tudo mesmo, tudo o que temos em nosso guarda roupa rs. Nem preciso dizer que não há a menor necessidade, né?

E agora, o que levar na mala, que mala comprar, o que pode ou não pode ser levado? Sobre Viagens e afins te ajuda neste complicado desafio.

1) Pra onde você vai viajar? Qual é o clima lá? Frio, calor, chove muito? Vai para a praia, para a serra, para aonde neva? Vai viajar por lazer ou trabalho? Todos esses detalhes influenciam na hora de escolher as peças de roupa que irá levar. Pensado nisto, tente escolher roupas que possam ser combinadas com outras, evitando que você leve diversas peças a mais porque são as únicas que combinam com tal peça. Agora tente fazer uma média de uma roupa por dia para sair no dia-a-dia e não quatro ou cinco. Se for sair para baladas e/ou festas com certa frequência pode-se contar duas peças. Não se esqueça de separar roupas para o calor e para o frio, a temperatura costuma variar bastante né. Lembre-se de não entupir a mala até não caber mais uma mosca porque você sempre acaba fazendo comprinhas básicas no seu destino e não tem aonde colocar depois. Mas, mesmo que não compre nada, lembre-se desta quase lei: a mesma organização não ocorre duas vezes dentro de uma mala.

2) Aonde colocar os acessórios? Você organizou a sua mala adequadamente? As calças jeans devem ir ao fundo, os sapatos por cima nos cantos e as meias podem ir dentro deles. Por cima irão as peças de roupa, as que amassam mais rápido devem ir por cima e também os pijamas, caso você vá parar em alguma cidade estranha por algum atraso de vôo; isso não acontece com frequência, não se assuste, mas dai soa sempre aquela famosa frase ”isso só acontece comigo”. As roupas podem ser colocadas em rolinhos, o que economiza muito espaço na mala e não amassa tanto. Agora sim os acessórios… você pode colocá-los nos bolsos internos da sua mala e o que não couber coloque-os aonde tiver espaço dentro da mala se não tiver como infiltrar uma bolsinha extra ali dentro. Evite levar líquidos, pois os frascos costumam ganhar vida e saem derramando tudo pelas roupas, experiência própria rs.

3) Mas, então, aonde colocar líquidos e maquiagem? Tente levar o mais básico possível, maquiagem se não for em uma quantidade exagerada leve-as em sua bolsa de mão, mas lembre-se: moderação ou você corre o risco de perder sua bolsa de mão se for para o exterior ao passar pela imigração, eles controlam tudo com rigor. Se for uma viagem nacional, há limites também, portanto leve o que você usa no seu dia-a-dia mesmo, outras coisas você pode comprar no seu destino final. Isso implica no que? Esqueça potes de hidratantes, xampus, condicionadores, cremes corporais e etc, mas não deixe de lado o seu creme dental (versão mini), não é legal né. Itens como perfumes e cremes corporais podem ser re-colocados em frascos de amostras ou simplesmente frascos menores, evitam a fadiga frente à imigração.

4) Qual mala é a melhor? Como reconhecer a sua mala? Se for a uma viagem internacional, não se admire com malas que possuam material mais resistente, porque elas são as mais fáceis de serem quebradas, lembre-se que elas vão de um lugar para o outro de qualquer forma, o que acarreta em líquidos derramados, locomoção de objetos de um lado para o outro e a mala pode até mesmo vir quebrada. Se há objetos quebráveis dentro da sua mala, procure acomodá-las com bolhas e entre uma roupa e outra. Evite os líquidos ao máximo possível. E como fazer para encontrar a sua mala na esteira? Não fique apavorado porque alguém irá levar a sua bagagem por engano, mas procure diferenciar a sua mala personalizando-a. Se a sua mala for de cor preta, procure colocar fitas coloridas, chaveiros e adesivos, sinais que possam ser reconhecido de longe, mas evite verdes e amarelas, super clichês.

5) O que carregar na bagagem de mão? Lembre-se sempre que em sua bagagem de mão pode conter até 6kg. O básico que você irá levar é: documentos, identificação de passagem aérea, escova de dente, creme dental, fio dental, celular, mp3 player, talvez um livro ou uma revista, mini-desodorante e maquiagem básica (pó de arroz, lápis, blush e gloss). O resto é excessivamente dispensável. Se a viagem possui escalas, você pode pensar em um pijama para o caso de problemas de vôos, já que você não terá acesso a sua bagagem se ficar hospedado em um hotel.